A maravilhosa fábrica de ondas de chocolate.

A maravilhosa fábrica (de ondas) de chocolate.

SUPista Kyron Rathbone experimenta a pororoca de Bore Benak em Sri Aman / Malásia.

Kyron surfou a área entre Bakong e Sri Aman pela primeira vez e estabeleceu o recorde de Benak: surfou 28 minutos!

kiron

Foto: Fanatic International

Clipe produzido por Clément Gargoullaud.

FacebookTwitterGoogle+Share

3º MADEIRITE TRÓPICO será nos dias 29 e 30 de março.

mad3

3º MADEIRITE TRÓPICO SERÁ NOS DIAS 29 E 30 DE MARÇO

O maior evento de resgate da história do surf gaúcho já tem data para acontecer. O 3º Madeirite Trópico será nos dias 29 e 30 de março, na Praia da Guarita, em Torres. A atividade reúne cerca de 300 surfistas divididos em nove categorias masculinas e femininas.
O cadastramento para os interessados em participar, começa no dia 20 de janeiro no site madeiritetropico.com.br.

O Madeirite valoriza todos os surfistas, mas dá destaque especial para a categoria Anos 60. Essa é a única na qual não há limite de vagas. “Eles são nossas estrelas e é graças ao pioneirismo deles que hoje temos um evento como esse”, disse Giovanni Mancuso, um dos organizadores do evento.

mad2

Para definir quem preencherá as vagas nas categorias Anos 70 e Anos 80, haverá uma votação também através do site, a partir do dia 15 de fevereiro. Nas categorias Presidentes da Federação Gaúcha de Surf (FGS); Sementes (surfistas até 9 anos e até 12 anos); Campeões da Taça Trópico, Flowers(feminino) e Pais e Filhos (até quatro participantes por família) as vagas serão determinadas por ordem de inscrição.

Nos dias 25 e 26 de janeiro e 01 e 02 de fevereiro serão realizados Trails nas praias de Cassino, Pinhal, Cidreira, Tramadaí, Imbé, Atlântida, Capão da Canoa e Torres. Estes mini eventos, versões reduzidas do próprio Madeirite Trópico, servem para definir um representante de cada uma destas praias, nas categorias Anos 70, Anos 80 e Pais e Filhos para participarem do grande evento no final de março.

mad

Segundo o diretor de expansão da Trópico, Gustavo Schifino, um dos organizadores do evento, o Madeirite é “o maior encontro de gerações de toda história do surf brasileiro e o resgate das raízes do esporte”. Na última edição participaram nomes como Jorge Gerdau, Andre Johannnpeter, Neco Padaratz, Eduado Bier e Rodrigo “Pedra” Dornelles.

Fotos: Harleyson de Almeida

FacebookTwitterGoogle+Share

Um nível acima .

Podem falar o que quiserem dele, que não fez muito pelo do esporte, que poderia ter feito mais, que só pensa nele mesmo, mas uma coisa é indiscutível, ele colocou o surfe em um outro nível, manobras impossíveis, posicionamento impecável, novos equipamentos… queremos sempre o melhor dele e as vezes esquecemos que ele também é passivel de erros, como todo ser humano. Aí fica a pergunta, mas ele é desse mundo?
Robert Kelly Slater, o maior surfista de todos os tempos !

FacebookTwitterGoogle+Share